Motorista detido testa positivo em todas as drogas: álcool, maconha, anfetamina, cocaína e opiáceos

Sabe quando você pega um exame de sangue, abre antes do médico para ver e descobre que está com níveis bons em todos aqueles nomes técnicos que nunca ouvimos falar na vida? Então pensa isso ao contrário, e no trânsito. A polícia de Carcastillo, em Navarra, na Espanha, recebeu a denúncia de que um grande grupo estava entrando alcoolizado em um carro preto. Foram atrás.

O carro foi interceptado às 8h30 da manhã do último domingo e levava quatro mulheres e dois homens entre 25 e 26 anos, todos sem cinto, uns em cima dos outros. Ou seja, tudo errado desde o começo. Até que o motorista foi fazer os testes de drogas, começando pelo do álcool, o bafômetro, mas também os de saliva disponíveis, para maconha, anfetamina/metanfetamina, cocaína e opiáceos (como heroína ou morfina).

Adivinha? Não precisa adivinhar, já estava no título: o motorista conseguiu a proeza de testar positivo para todas as drogas que a polícia espanhola conseguiria detectar, informa o site Noticias de Navarra. TODOS. Imagina o estado desta criatura. De acordo com as leis locais, ele teve multa de 1 mil euros e desconto de 6 pontos na carteira pelo nível alcoólico e mais 1 mil euros e menos 6 pontos pelas drogas. Ainda perdeu outros 3 pontos na carteira porque ninguém estava com cinto de segurança no carro.

O Surrealista apurou a legislação de trânsito da Espanha, em vigor desde 2006, e descobriu que cada motorista tem 12 pontos para “gastar” (ou 8, para quem tem habilitação há menos de 3 anos). Se todos forem perdidos, a habilitação é suspensa. Em aritmética simples, o cidadão em questão perdeu 15 pontos. Ou seja… Rodou. O que obviamente é um alívio para o trânsito de Carcastillo. Sem contar os 2 mil euros de multa, é claro.

Como havia mais pessoas do que o permitido, o carro acabou apreendido também. E… 200 euros de multa para cada um dos outros passageiros. Taí uma noitada bem acima de qualquer orçamento.