Homem usa submetralhadora para obrigar a mãe a fazer café em MG

Um homem de 24 anos que não teve o nome divulgado aparentemente perdeu alguns laços com a humanidade ao apontar uma submetralhadora artesanal para a cabeça de sua mãe, uma mulher de 39 anos. O motivo justifica o termo “torpe”, só usado em reportagens policiais, boletins de ocorrência e processos criminais: queria obrigá-la a fazer café.

O caso ocorreu na casa da família no bairro São Judas, em Montes Claros, Minas Gerais. A sorte da mãe foi que não estava sozinha com o filho. Sua filha, apavorada com o desfecho daquela loucura, chamou a polícia quando a mãe pediu socorro. Quando a polícia chegou, conseguiu negociar a liberdade da refém, ainda bem, informa o G1.

Leia também  Casal sem dinheiro tenta pagar motel com cartão do Bolsa Família

O suspeito fugiu pulando o muro para a casa do vizinhos. A primeira coisa encontrada foi a submetralhadora, acompanhada de 94 tubos de pólvora. Uma busca foi feita para encontrar o homem. Com sucesso. Ele estava escondido em um buraco coberto com folhas no terreno atrás da casa da família.

Sugestão dos leitores Jéssica Gotlib e João Marcelo