Garoto de 13 anos vai ao tribunal por atirar batata em mulher usando canudo como zarabatana

Imagina que dia louco foi este em um McDonald’s de Hammersmith, distrito de Londres, na Inglaterra. O caso ocorreu em novembro do ano passado, mas só agora está sendo levado aos tribunais. E o principal fato a respeito deste dia louco foi um garoto de 13 anos usando um canudo como zarabatana para atingir o rosto de uma mulher com uma batata frita.

A primeira dúvida que me veio à cabeça foi relacionada à Física: dá para colocar uma batata frita dentro de um canudo? Como não vou tentar, deixei para lá. Ao contrário da mãe do garotinho, ao que parece. “É ridículo. Eu tentei colocar uma batata dentro de um canudo do McDonald’s. Não cabe”, disse, segundo o The Sun.

A coisa acabou sendo um pouquinho mais séria do que apenas o evento inicial, porém. Quando a mulher foi atingida pelo que quer que fosse no rosto e o garoto foi visto com o canudo na boca, apontando para o alvo, uma confusão começou entre três amigos do menino, todos com 13 anos, e quatro amigos da mulher. Por causa da confusão, um dos menores admitiu culpa, outro recebeu uma advertência e o terceiro está aguardando julgamento.

O menino do canudo acabou recebendo uma advertência depois de duas audiências com o juiz. O caso acabou retirado e a mãe considerou tudo um desperdício de dinheiro, já que alega que o menino apenas usou um pedaço do papel que protege o canudo como bala da zarabatana improvisada, e para atingir um de seus amiguinhos, não a mulher.

E o mundo virou um lugar mais seguro depois desta fundamental interferência da Justiça. Só que não.