Russos fazem treinamento para aprender a sorrir durante a Copa

Um dos muitos clichês sobre os russos é que são durões, com cara fechada e poucos sorrisos. Existe até um provérbio russo que diz que “rir sem motivo é um sinal de estupidez”. Mas há um motivo, poxa. São os mais de 1,5 milhão de turistas esperados durante a Copa do Mundo que começa agora, quinta-feira.

Mas como se aprende a sorrir? Estudando, ora. Pelo menos três instituições estão trabalhando no país com treinamento para que os turistas sejam recebidos com sorrisos por lá. Uma delas é, claro, a Fifa, que coordenará centenas de funcionários e voluntários durante a competição. Outras duas são empresas de transporte: a Russian Railways, de trens pelo país, e a Moscow Metro, do sistema metroviário da capital russa.

Leia também  Motorista detido testa positivo em todas as drogas: álcool, maconha, anfetamina, cocaína e opiáceos

“O povo russo não costuma sorrir”, disse à BBC a psicóloga Elnara Mustafina, que realizou o treinamento para a equipe de funcionários e condutores dos trens russos. “É um dos motivos que fazem com que turistas considerem os russos pouco receptivos. Precisamos ensiná-los a sorrir. Precisamos mudar a atitude deles.”