Restauração bizarra deixa escultura do século 16 com cara de boneco

Aconteceu de novo, gente… Ou você não lembra do Ecce Homo, afresco do século 19 que foi restaurado por uma idosa espanhola? Acabou produzindo uma das imagens mais engraçadas que a internet já viu.

Agora foi a vez de uma obra de arte ainda mais antiga, “assassinada” por uma restauração desastrada. Uma escultura de São Jorge, feita no século 16 e exibida na Igreja de San Miguel de Estella, em Navarra, na Espanha, recebeu pintura por cima das marcas do tempo e virou piada.

O desastre teria sido obra de um pároco que tinha intenção de “arrumar um espaço que estava sujo” na igreja. Provavelmente não tinha ideia de que estava estragando, talvez para sempre, uma obra de arte com 500 anos de idade. “Ainda não sabemos plenamente a gravidade do dano, mas a impressão é de que se eliminou a policromia antiga e de que o dano é irreversível”, disse Fernando Carrera, presidente da Associação Profissional de Conservadores-Restauradores da Espanha, à BBC.