Mulher que comprou cachorrinho descobre que estava criando um urso

Olha, eu sei que parece loucura, mas aconteceu mesmo. E você está no Surrealista, né? Já deve estar acostumado. Su Yun, moradora de Kunming, na província de Yunan, na China, queria muito ter um cão da raça mastim tibetano, aquele cão bem peludo que parece um urso. Olha só um exemplo:

Queria tanto que nem desconfiou quando um homem na beira da estrada ofereceu-lhe um filhotinho de mastim tibetano por um preço bem em conta. Comprou, há dois anos, e pensou ter realizado seu sonho. Até que o cão começou a comer muito, muito mais do que comeria um cão normal, mesmo para uma raça grande.

“Quanto mais ele crescia, mais parecido com um urso ele ficava”, disse Sun Yun ao China News. “E eu tenho medo de urso.” O que deixou a coisa bem complicada, porque o cão da raça que parece um urso era, na verdade, um urso mesmo, um enorme urso-negro-tibetano. A última dúvida passou quando seu cãozinho começou a andar pela casa ereto, com as patas de trás.

Só que Sun Yun já tinha se apegado ao pet, poxa. Tanto que resolveu continuar com ele, mesmo com tantos gastos com comida. Em dado momento, chegava a consumir uma grande caixa de frutas e dois baldes de macarrão por dia. Só mudou de ideia quando descobriu que manter um animal selvagem como bicho de estimação era ilegal.

Com pesar, chamou o equivalente à guarda florestal local para levar seu bichinho embora. O urso foi sedado e levado a um centro de resgate e recuperação de animais selvagens. Os veterinários responsáveis não encontraram nenhum sinal de maus tratos e ainda disseram que o urso estava muito saudável. Bom trabalho, Sun Yun. E para de comprar bichinhos na beira da estrada, hein?