Manifestantes com tornozeleiras eletrônicas exigem que líderes de facção cumpram pena perto de casa

Que causa te faria sair de casa para protestar? Não é qualquer motivação que tira o brasileiro da zona de conforto… Em Manaus, no Amazonas, um grupo se reuniu para protestar, com faixas e tudo, na frente do Fórum Henoch Reis.

A causa?

Olha essa causa, que coisa bem particular… Eles querem que dois dos líderes da maior facção criminosa do Estado – José Roberto Barbosa, o “Zé Roberto da Compensa”, preso em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, e João Branco, preso em Catanduvas, no Paraná – passem a cumprir suas penas no Amazonas, pertinho de casa.

Leia também  Ciclistas são surpreendidos por trem dentro de túnel no Rio (VÍDEO)

Mas… Por que?

Seria para ficarem mais perto de suas famílias e facilitar as visitas? Um dos manifestantes, segundo o site Holofote, apontou um motivo bem mais prático, que é “voltar por ajudar muitas pessoas”. A pessoa ouvida está cumprindo pena em regime semiaberto e, como vários outros daquele protesto, usava tornozeleira eletrônica. “[Os dois presos] Continuam ajudando. Aqui ficarão mais perto de nós. É melhor”, disse.

Tá, já deu para entender.