Empresas trocam motos por cavalos para entregas diante da crise de abastecimento

O país está com a rotina completamente alterada com a greve dos caminhoneiros, a gente já sabe. Preços altos, prateleiras vazias e, principalmente, falta de combustível nos postos são alguns dos problemas que estamos enfrentando. Mas, como dizem no mundo dos negócios… Não existe crise que não traga oportunidade.

Em São Paulo, por exemplo, a empresa de entrega de bebidas Saideira do Brasil trocou alguns motociclistas por cavaleiros nas entregas. Isso mesmo. “Foi uma ideia de marketing, mas quem sabe não usamos se o desabastecimento permanecer”, disse Daniel Franco, dono da empresa, ao Estadão.

O mesmo ocorreu em Brasília, no Distrito Federal, com alguns entregadores da lanchonete 389 Burger. “Foi mais uma forma de demonstrar apoio aos caminhoneiros, até porque é perigoso andar com os animais pela cidade”, disse o proprietário Junior Tadayoshi. “Temos caminhões e sofremos com o problema.”

Ainda segundo o jornal, nos dois casos os empresários contrataram cavaleiros e alugaram os animais em haras das respectivas regiões.

Sugestão do leitor Caio Nascimento