Malásia e Indonésia se unem contra jurado do Masterchef britânico que eliminou candidata por prato tradicional

Vocês sabem como funciona o Masterchef, né? Aquele programa em que chefs competem com outros chefs e são julgados por três chefs. É igual no mundo todo, inclusive no exibido no Reino Unido. E sempre tem polêmica, né?

Tudo começou quando a chef candidata ao prêmio Zaleha Kadir Olpin, nascida na Malásia, fez um prato tradicional de seu país, o rendang de frango, para disputar uma das provas. O jurado Gregg Wallace não gostou do prato e justificou dizendo que o frango não estava “crocante o suficiente”. Ela acabou eliminada.

O problema é que o rendang de frango tradicional não é crocante. Polêmica!

A discussão foi tão grande no Twitter que até o primeiro-ministro malaio Najib Razak saiu em defesa da chef eliminada: “Será que alguém come rendang de frango ‘crocante’? #MalaysianFood [#ComidaMalaia]”.

Para piorar tudo, um dos companheiros de Wallace no juri do Masterchef britânico, John Torode, saiu em sua defesa no Twitter com o seguinte, apelando a uma rusga regional histórica: “Talvez o rendang seja da Indonésia! Amo isso! Brilhante essa empolgação toda de vocês… Namaste”.

Aí azedou o caldo, o frango… tudo.

Até o público da Indonésia entrou na briga… a favor da chef malaia e contra os jurados, informa a BBC. Um dos posts mais compartilhados foi o de Fitrani Puspitasari, da Indonésia, que disse que é a primeira vez que vê malaios e indonésios se unindo por algo. “Então o jurado britânico que eliminou a candidata malaia que cozinhou rendang de frango porque não estava CROCANTE foi contestado por um malaio no Twitter. Mas ele tentou se livrar dizendo que o rendang é indonésio, NAMASTE! Sabe de uma coisa? Os indonésios também não comem rendang crocante! E não dizemos ‘namaste’, é na Índia, seu m**** ignorante”, afirmou.

Leia também  Cãozinho passa 6 dias perdido no deserto depois de pular de avião

Outro a se pronunciar foi o ministro de relações exteriores da Malásia, Anifah Aman. Ele deu os parabéns a Zaleha por unir o país. “Você conseguiu o que muitos de nós políticos não conseguiram, unir os malaios em tempos de maior divisão”, tuitou Aman.

De carona, o KFC, empresa americana famosa por seu frango frito, pegou carona na polêmica com um post no Instagram de sua conta na Malásia: “Não é rendang”, afirmam com uma foto de um balde de frango. Na legenda são mais claros: “A única coisa que deveria ser crocante são nossos frangos fritos”.