Médico morre atropelado enquanto pagava promessa por se curar de câncer 

O médico urologista Luís Carlos Muniz Catanhede, de 56 anos, é a prova de que a vida é cheia de caminhos que a gente nunca vai entender. Ele, que também era ciclista, foi diagnosticado com um câncer do tipo melanoma. Uma promessa foi feita: se Luís Carlos conseguisse se curar, ele e a família iriam a pé até o santuário de São José de Ribamar, na Região Metropolitana de São Luís, no Maranhão.

Apesar da gravidade da doença, o médico curou-se. E foram cumprir a promessa, seguindo a pé na rodovia MA-204, em São Luís. Foi quando o destino aprontou uma de suas peças, infelizmente.

Catanhede foi atropelado por um carro desgovernado que invadiu o acostamento. Ele chegou a ser levado para o Hospital São Domingos, mas não resistiu aos ferimentos e morreu durante o atendimento, informa A Tribuna. O motorista, de 32 anos, estaria embriagado e foi preso e indiciado por homicídio simples com dolo eventual (quando assume o risco de matar), crime inafiançável. À família, nossos sinceros sentimentos.

Sugestão dos leitores Paulo Luz e Carlos Alberto