Estudante é salvo por livro de Física durante ataque a tiros em Fortaleza

A população de Fortaleza, no Ceará, chocou-se com mais uma cena de guerra na cidade na última sexta-feira, dia 9. Sete pessoas foram mortas e outras sete ficaram feridas em três ataques aparentemente coordenados no Bairro Benfica. O principal ataque ocorreu na Praça da Gentilândia, onde centenas de estudantes da Universidade Federal do Ceará se reuniam para beber e se divertir.

Um deles, que preferiu não se identificar, acabou sendo salvo por um livro de Física que carregava na mochila, “Introdução à Mecânica de Fluidos”. “Os caras chegaram atirando na região onde ficam as barracas de carne e depois foram se aproximando mais das pessoas e atirando”, disse, segundo o G1. “Depois um cara com [um revólver calibre] 38 deu um tiro pro lado da esquina, que possivelmente acertou minha mochila.”

Leia também  PM do Rio afastada das ruas por problema ortopédico faz maratona

Na hora, ele não sentiu nada. Só percebeu a sorte que deu quando foi arrumar a mochila hoje (segunda-feira, 12) para ir à aula. O motivo da barbárie seria uma represália a uma apreensão de armas e munições feita recentemente pela polícia. Todo o amor à família das vítimas e ao povo de Fortaleza.