Concurso público para professores aprova ‘AAAAAABC’ e exclui três ‘Fulanos’

Não está sendo fácil estudar em Dourados, no Mato Grosso do Sul. Depois de uma crise que deixou várias escolas da cidade sem professores, o que motivou um pedido do Ministério Público Estadual para a contratação de 198 professores aprovados em concurso de 2016, a Secretaria de Educação Municipal de Dourados (Semed) virou piada nas redes sociais depois de divulgada a lista de contratações temporárias em um processo seletivo simplificado.

E a lista não foi publicada em um jornal, site ou em um papel na parede da secretaria. Saiu no Diário Oficial da Prefeitura. Entre as inscrições aceitas está a de um(a) professor(a) chamado(a) “AAAAAABC”. E “AAAAAABC” daria aulas para as turmas de 1º a 5º anos.

Com menos sorte, ainda segundo o Diário Oficial, foram indeferidas as inscrições de “Fulano da Silva Sauro”, candidato a professor de matemática do 5º ao 9º ano, (anexo IV da página 16); “Fulano Melão” que não conseguiu a aprovação para dar aula na educação infantil (página 18); e “Fulano Beltrano da Silva”, para professor de artes, informa o site Dourados Agora.

Além de dar risada, o povo da cidade está – e com toda razão – colocando em dúvida a lisura do processo seletivo.

Sugestão do leitor Wellington Morais