Papa celebra casamento de comissários durante voo doméstico

É quase sempre muito difícil encontrar o líder máximo de uma religião. No caso da religião católica então… quase impossível. O papa atual até parece ser mais gente boa que o último, mas, até por segurança, precisa estar sempre distante, na sacada, no carro blindado, no púlpito.

Mas num avião é impossível ficar muito afastado. Tropeçou, vai bater de cara na cabine de comando. Foi nesse ambiente, durante um voo doméstico no Chile entre Santiago e Iquique, que o papa Francisco acabou conversando com os comissários Carlos Ciuffardi, de 41 anos, e Paola Podest, de 39, informa o jornal O Globo. Por acaso eles viviam juntos.

Segundo o relato, tinham casado no Civil mas haviam adiado o casamento religioso devido ao terremoto que abalara o país em 2010. O casal pediu que o papa Francisco abençoasse a relação. Ele, que não estava fazendo nada ali, teve uma ideia melhor:

Leia também  Mulher gasta mil dólares em garrafas d'água que curariam a má sorte

– Querem que eu case vocês? – perguntou.

– Aqui? – responderam os comissários.

aaaviao

O papa Francisco casou os dois a bordo, tendo como testemunha um outro funcionário da empresa aérea e como subscrevente um bispo chileno que o acompanhava a bordo. “Tudo foi válido. Tudo foi oficial”, confirmou Greg Burke, o porta-voz do Vaticano. E o papa ainda disse que aquela era a primeira vez que um líder católico casava alguém em um avião.