Motoristas e cobradores de ônibus são assaltados durante paralisação por mais segurança

Cerca de 60 motoristas e cobradores do transporte urbano e rural de Pelotas, no Rio Grande do Sul, estavam de saco cheio com a violência e enorme quantidade de assaltos a ônibus na cidade e, por isso, resolveram fazer uma paralisação de um dia para protestar.

O protesto, com faixas e gritos de guerra, ocorreu na frente do terminal da rua Dom Pedro II. E provou-se mais do que necessário ali mesmo, no piquete. Quatro funcionários estavam conversando dentro de um ônibus estacionado a poucos metros dali quando foram rendidos por bandidos, informa o Diário Popular.

Leia também  Motorista confunde prédio onde mora com outro e derruba portão da garagem

Foram dois homens armados, que levaram carteiras e celulares dos motoristas e cobradores, drama que eles vivem durante o trabalho e mote da reivindicação. “Não tem horário nem dia. É com arma branca e de fogo. Eles entram, limpam o caixa e os passageiros e vão embora”, disse um dos cobradores que participavam do protesto.

Sugestão do leitor Otávio Simões