Hospital cria polêmica oferecendo clareamento de pênis

Ei, você! Você mesmo, com um pênis! Está insatisfeito com a cor do seu membro? Não? Pois é. Quando achávamos que ninguém teria este problema… Um hospital da Tailândia inovou em seu menu de procedimentos e, há dois meses, oferece o famigerado clareamento de pênis.

A BBC jura ter conversado com um paciente que se submeteu ao procedimento e ele justificou-se: “Queria sentir-me mais confiante.” Tá certo, ué. Tudo pela autoestima! Popol Tansakul, gerente de marketing do hospital, disse inclusive que há um público alvo bem definido: “É popular entre homens gays e travestis, que querem cuidar do visual de todas as partes do corpo”, disse.

O anúncio do serviço começou a viralizar via Facebook e provocou polêmica. O tratamento consiste em usar lasers para promover uma quebra de melanina na pele, o mesmo usado para o clareamento vaginal.

O Ministério da Saúde tailandês não gostou nada da popularização da oferta e resolveu conscientizar a população. “O clareamento do pênis a laser não é necessário, é um desperdício de dinheiro e pode ter mais efeitos negativos do que positivos”, disse à BBC o médico Thongchai Keeratihuttayakorn, que, sim, tem um sobrenome incrível.