Anônimo ganha fama após a morte com obituário divertido escrito pela filha

“Terry Wayne Ward, 71 anos, de DeMotte, Indiana, escapou deste reino dos mortais na terça-feira, 23 de janeiro de 2018, deixando 32 jarros de Miracle Whip [um molho para saladas], 17 caixas de Hamburger Helper [comida pronta] e uma infinidade de outros itens aleatórios que serão muito úteis na ocasião de um apocalipse zumbi”, escreveu Jean Lahm, filha de Terry, logo no início do obituário de seu pai.

O texto, que segue cheio de referências bem-humoradas sobre o falecido, acabou viralizando nas redes sociais, deixando muita gente com saudade de um cara que nem conheceram. Citando a obra viral de Jean, Terry trabalhou “por 39 anos com má vontade” na empresa de comunicação AT&T, “onde ele acumulou mais ou menos 3 mil rolos de fita isolante no curso de sua carreira (que usava para tudo, desde feridas abertas até avisos de ‘Não use este botão’)”.

Leia também  Policiais receberam ordem para prender homens negros e ligá-los a crimes não resolvidos

“Terry morreu sabendo que Os Irmãos Cara-de-Pau (The Blues Brothers) era o melhor filme já feito, (o jovem) Clint Eastwood foi o cara mais foda do planeta e molho de pimenta pode ser adicionado a quase qualquer tipo de comida”, escreveu Jean em outro trecho. Não parece um cara incrível? Tem mais… “Ele não dava a mínima para a maioria das coisas materiais, e automóveis nunca deveriam ser comprados novos. Ele nunca teve um telefone celular pessoal e tinha conhecimento praticamente zero de quem eram as Kardashians.”

O texto é bem grande, e sempre com essa mistura de carinho e bom humor. Está aqui para quem quiser lê-lo na íntegra (apenas em inglês, infelizmente). Segundo o Chicago Tribune, Jean não contou para ninguém que tinha escrito o obituário nesse estilo. “Quando mostrei à minha família, eles simplesmente amaram. De cara, disseram que estava perfeito”, afirmou Jean ao jornal. E nós concordamos.