Paramédicos levam paciente terminal para ver o mar pela última vez

A semana está começando, e todos os seus problemas podem ter vindo à tona nessa manhã. Para colocá-los em perspectiva, veja esta notícia triste e feliz ao mesmo tempo. Bem parecida com a vida da gente, aliás. Os protagonistas são dois paramédicos de Hervey Bay, em Queensland, na Austrália.

Eles estavam de ambulância levando uma paciente de tratamento paliativo – unidade responsável por dar o máximo de sobrevida e dignidade a doentes terminais – do hospital local para casa. Aquela poderia ser sua última viagem. Foi quando a paciente revelou seu amor pelo mar e o desejo de vê-lo uma última vez.

Um pedido fácil de ser negado, por questões de segurança. Graeme Cooper e Danielle Kellan, os paramédicos, decidiram pela resposta difícil. Fizeram um rápido desvio à orla de Hervey Bay e aproximaram a maca do mar. Cooper levou-a ao ponto mais perto da água e Kellan fez o registro fotográfico.

Dias depois, eles dois acabaram sendo responsáveis por outra remoção da mesma paciente, informa a ABC. “Que tal outra passadinha no mar?”, disseram a ela. “É possível?”, respondeu a paciente. “Absolutamente.” Dessa vez, Cooper usou um saquinho de vômito para pegar um pouco de água do mar. “Pensei que o melhor que poderia fazer a seguir seria trazer um pouco do oceano para ela”, disse Cooper.

Ela chegou a colocar a água do mar na boca para sentir o sal. “O que você está pensando?”, perguntou Danielle Kellan à paciente. Ela respondeu, observando o horizonte: “Estou em paz. Está tudo bem.”