Pedreiro mora há 11 anos em mausoléu abandonado de 3 m³ no Paraná

O pedreiro Edson Carvalho passou a frequentar o cemitério da cidade de Marialva, no norte do Paraná, com a incumbência de fazer o revestimento dos túmulos. Até que, sem ter onde morar, encontrou um mausoléu abandonado e fez dele sua casa. O espaço é de 3 m³, minúsculo, mas cabe um pequeno varal. Algumas roupas ele usa como colchão e travesseiro, informa o G1.

Ele afirma que não tem mais tanto medo de morar ali. “Cisma dá. Mas só que depois que está dormindo, esquece. De manhã levanta, dá uma olhada pra tudo aí e está do mesmo jeito”, disse. E completa, sobre outras alternativas de moradia: “Melhor do que morar no meio da rua, em qualquer lugar da cidade. Não é a minha casa, mas eu queria ter um lar bem legal.”

A prefeitura de Marialva, que administra o cemitério, afirmou à reportagem do site que já enviou assistentes sociais para providenciar os documentos pessoais do pedreiro e inscrevê-lo no programa de habitação do município. O colega de profissão Everaldo Caetano, que trabalha com ele, recomenda o serviço de Edson. “Quem precisar de um pedreiro bom, tá aqui. Azulejista profissional”, afirmou. Fica a dica para o pessoal de Marialva.

Sugestão da leitora Mariana Demetrio