Jovem bêbado sobe em trem e percorre mais de 100 quilômetros sem conseguir pular

Com a Rússia muito, muito longe da gente, ficamos bem felizes com a existência do Estado do Paraná aqui pertinho para nos dar alento. Onde, a não ser no Paraná, você veria a manchete que você leu antes de clicar e chegar aqui? O estudante Nicolas Wasselik, de 21 anos, estava bebendo com amigos em Ponta Grossa quando resolveu inventar moda e subiu no último vagão de um trem de carga que passava por ali.

A cena foi registrada pelos amigos em vídeo, que você vê no fim deste post. Ele parece feliz e até acena. O problema é que o trem ganhou velocidade e ele não conseguiu pular até que ele parasse, a mais de 100 quilômetros de distância, na cidade de Guarapuava. A viagem durou cinco horas.

Um dos amigos, Andrei da Silva, de 25 anos, resolveu ajudar e publicou um apelo no Facebook, pedindo para que alguém ajudasse Nicolas a voltar para casa. “Ele se encontra debilitado por conta da cachaça, com fome, sujo e sem dinheiro, agradecemos desde já!”, escreveu. A mensagem viralizou como piada pela internet, mas a história era real, informa o G1.

“Foi uma folia, né?”, contou o próprio viajante acidental ao site. “Fui no último vagão, sem ninguém me ver. Até pensei em pular antes, mas o trem estava muito rápido. Só consegui pular quando parou”, disse Nicolas. Ele só conseguiu voltar porque um primo foi buscá-lo em Guarapuava. Abaixo, a cena do embarque de Nicolas. Obrigado, Paraná. Muito obrigado.