Vereador cria idioma próprio para ler ata da Câmara de Recife (VÍDEO)

Seria a parte rapidinha de um rap do Eminem? Ou a locução daqueles alertas do Ministério da Saúde nas propagandas de remédio da TV? Ou alguém lendo a penitência em Ave Maria e Pai Nosso mais depressa para acabar logo? Estava tendo uma corrida de cavalo que a gente não viu? Nada disso.

Trata-se apenas de mais um político sendo político. Ou seja, falando coisas que a gente não entende. No caso, foi a leitura da ordem do dia da sessão da Câmara de Recife, em Pernambuco, ocorrida no último dia 22 de maio e registrada pela TV oficial.

Leia também  Jovens roubam garrafas de catuaba e PM usa até helicóptero para encontrá-los

Segundo a Folha PE, o presidente da casa, Eduardo Marques, pediu para que o vereador Marcos di Bria lesse a ordem do dia para continuarem os trabalhos. Ele pegou fôlego e… Foi! Só parava para dizer “Aprovado!”, e aproveitava para pegar mais ar. Se alguém entendeu o que ele disse, nossos parabéns: