Motorista bêbado é preso depois de acidente e alega que foi obrigado a beber

Um homem de 38 promoveu um escarcéu dirigindo seu Siena valente pela BR-153, em São José do Rio Preto, São Paulo. Depois de bater em um Corsa, ainda saiu da pista e atingiu o barracão de uma propriedade rural. Acabou preso pela Polícia Rodoviária Federal, que percebeu que o motorista estava completamente embriagado.

Depois de ser socorrido, prestou depoimento e disse que havia sido obrigado por bandidos a beber cachaça e foi mantido refém na mala do próprio carro. Por algum motivo inexplicável, o homem e seu Siena teriam sido abandonados pelos tais bandidos, que não levaram nada. Que história sensacional, não é mesmo?

Quem nunca foi obrigado a beber pinga durante um assalto e acabou saindo ileso, com todos os pertences e com um porre gratuito? Quem nunca? Ele acabou autuado pela Central de Flagrantes por dirigir embriagado e, no bafômetro, bateu 0,85 miligramas de álcool por litro de ar soprado, informa o Diário da Região. O limite máximo permitido é de 0,05.

Sugestão da leitora Alcione Faci