Homem viveu com tampa de caneta no pulmão por 20 anos

Um chinês identificado apenas pelo sobrenome Wang viveu 20 anos de sua vida com uma tampa de caneta no pulmão, aspirada quando ele ainda era criança. O acidente ocorreu quando ele tinha entre 6 e 7 anos de idade, mas ele só foi lembrar quando os médicos tiraram o objeto em uma operação.

Leia também  Militar usa avião para desenhar pênis no céu e é suspenso pela Marinha dos EUA

Wang sofreu a vida inteira com tosses e dores no peito, mas nunca tinha procurado um hospital grande. Só o fez quando começou a cuspir sangue. A tampa da caneta já estava parcialmente dissolvida. Depois da operação, ele passou a respirar adequadamente e será liberado em poucos dias, informa o Mirror.