Turista cai de parapente, fica 14 horas inconsciente, acorda e… tira selfie

O empresário húngaro Thomas Antallfy, de 54 anos, sofreu um sério acidente durante um voo de parapente no pico Ibituruna, no interior de Minas Gerais. Ele tem poucas memórias do que ocorreu durante o voo, mas lembra de ter batido em um paredão antes de cair. A partir daí, só foi acordar 14 horas depois, às 6 da manhã do dia seguinte, no meio do mato, ainda sem saber que tinha diversas fraturas pelo corpo – no crânio e em duas vértebras, inclusive. O que ele fez com seu celular? Tirou uma selfie.

“Eu poderia ter ligado para alguém, mas minha cabeça não estava funcionando direito”, disse Thomas ao UOL. A partir daí, fez o procedimento normal de quando pousava na região: colocou o equipamento de 20 quilos nas costas e andou 300 metros até uma estrada para pedir carona até o albergue onde estava hospedado, em Governador Valadares. “Eu não tive aquele sentimento de ter sobrevivido. Eu apenas pensei na próxima coisa a se fazer.”