Falso padre encanta fiéis em missas de Natal e depois foge

Um jovem que se dizia padre recém-ordenado chegou à cidade litorânea de Imbé, no Rio Grande do Sul, para se hospedar na casa de um amigo seminarista que tinha conhecido há pouco tempo. A casa fica a poucas quadras da Capela Santo Antônio de Pádua. Como o padre local sempre saía da cidade no fim do ano, de férias, a porção católica do balneário ficava órfã da palavra de um sacerdote. Foi quando o jovem recém-ordenado se ofereceu para fazer as missas.

O mais incrível é que o falso sacerdote fez muito sucesso com a população. Em suas duas missas, no sábado, dia 24, e no domingo, dia 1º, recebeu o povo com abraços individuais na porta da capela e chegou a tomar confissão de vários fiéis. “Todos ficaram encantados. Até meu marido, que não gosta muito de missa, ficou comovido. Adorou”, afirmou uma fiel que preferiu não se identificar. Suas palavras foram, é claro, sobre o significado do nascimento de Jesus Cristo.

Logo após a segunda missa, quando começaram a desconfiar de seus métodos, o jovem fugiu para nunca mais. A coordenadora da capela, Vera Hahn, de 62 anos, também lamentou. “Não entendemos por que ele fez isso. Enganou todo mundo, mas não ganhou nada. A decepção entre a nossa comunidade está muito grande com esse fato, porque todos gostaram muito dele e das celebrações que ele deu”, afirmou Hahn ao Zero Hora. Uma ocorrência foi aberta e a Polícia Civil está investigando o caso.