Chuva faz muro de cemitério cair e ossos invadem casas vizinhas

O muro do Cemitério da Saudade, em São Miguel Paulista, Zona Leste de São Paulo, não resistiu às fortes chuvas do fim de 2016 e cedeu. Pela abertura, logo formou-se uma cachoeira que invadiu as casas vizinhas e – ai que medo! – levou lama e ossos humanos com ela. Apesar de vídeos amadores mostrarem a situação calamitosa do local desde o último dia 29, o local foi fechado apenas com fitas, cavaletes e tapumes, sem que a prefeitura tenha feito uma obra de contenção apropriada.

Leia também  Homem exige emprego e ameaça explodir supermercado

“Entrou lama e muita água nas casas”, disse a moradora Andréia de Souza ao Bom Dia São Paulo. “Vimos ossos carregados pelas chuvas. Alguns entraram na minha casa, no quintal. O muro continua prejudicado e ninguém resolve.” Depois da pressão da TV Globo, a Prefeitura prometeu iniciar uma obra na próxima segunda-feira, dia 9, e disse em nota que as ossadas estão devidamente identificadas e armazenadas.