Casal de gêmeos morre ao jogar cinzas da mãe em penhasco

O casal de irmãos gêmeos Muriel e Bernard Burgess, de 59 anos, tinham o sonho de realizar um último desejo da mãe, morta em 2014: que suas cinzas fossem jogadas nos penhascos brancos de Dover, no condado de Kent, no Reino Unido. No dia 31 de dezembro, ambos foram achados mortos com a urna que levava as cinzas, no pé do penhasco. A polícia só encontrou os corpos e a urna porque realizavam buscas por outra pessoa, um homem, Scott Enion, 45 anos, que tinha lutado na Guerra do Golfo e sofria de estresse pós-traumático.

Leia também  Nadador faz sozinho um minuto de silêncio em homenagem às vítimas do terrorismo em Barcelona (VÍDEO)

O corpo de Enion também foi encontrado perto do corpo dos irmãos, mas a polícia não vê relação entre as mortes, informa o Mirror. “Não está claro se eles escorregaram e caíram enquanto tentavam esvaziar a urna ou se eles pularam segurando-a – apenas querendo ficar juntos no fim”, afirmou um vizinho deles que não foi identificado. Os irmãos de 59 anos nunca casaram e viviam juntos desde a infância. “Os gêmeos eram quietos, e também inseparáveis.”