Mulher alega ser alérgica a wi-fi e usa ‘capacete’ para se proteger

Kim De’Atta, de Chard, na Inglaterra, não veria este post nem se fosse nossa fã. Primeiro, ela não entende português, tudo bem. Mas tem outro problema. Ela alega que tem alergia a… sinais de celular e wi-fi. Aí fica difícil, né? Ao jornal inglês Mirror ela explica que sofre dores de cabeça e até palpitações cardíacas quando está em contato com ondas eletromagnéticas.

Outra consequência grave de sua suposta condição é ter que viver isolada do mundo. “Fico sem ver amigos e parentes por muito tempo. Tive duas visitas neste ano. É realmente de partir o coração”, afirmou Kim ao jornal. Nos raros momentos em que sai de casa, ela usa uma proteção de cabeça. A doença de Kim, ainda não reconhecida pela Organização Mundial da Saúde (OMS), chama-se hipersensibilidade eletromagnética.