Livro emprestado de biblioteca é devolvido 120 anos depois

O jovem Arthur Boycott estudou na Hereford Cathedral School, no Reino Unido, entre 1886 e 1894. E a história mostrou que ele era um rapaz, no mínimo, bastante esquecidinho. Boycott pegou emprestado na biblioteca o livro “O Microscópio” (“The Microscope”), do Dr. William. B. Carpenter, e… E é isso. Nunca mais devolveu. Até que sua neta, vasculhando uma coleção de 6 mil livros depois da morte de seu marido, no começo deste ano, achou “O Microscópio” com um selinho da biblioteca dentro.

Alice Gillett, a neta, por acaso morava perto da Hereford Cathedral School e resolveu devolver o livro 120 anos depois com um bilhete irônico – “Não consigo imaginar como vocês ficaram sem esse livro” – e uma cópia do obituário do “ladrão”. Boycott, aparentemente, fez bom uso do livro, já que se formou com honras em Ciências Naturais e virou um renomado naturalista e patologista, informa a BBC. A multa de atraso foi calculada em 7.446 libras, o equivalente a pouco mais de R$ 30 mil. Mas foi perdoada.

Leia também  Trump pendurou capas falsas da revista Time em seus campos de golfe