Deficiente visual é preso pilotando moto em alta velocidade, bêbado e sem CNH

A Polícia Rodoviária Federal precisou agir diante de uma ocorrência surreal em Poços de Caldas, Minas Gerais. Um motociclista entrou em alta velocidade na pista exclusiva na frente do posto da PRF no local e acabou parado pelos agentes. Ele alegou que estava indo de Campinas, em São Paulo, para Alfenas, em Minas, e decidiu parar para pedir informações sobre o trajeto. Até aí, tudo certo, né?

Pois os policiais descobriram que o homem não tinha carteira de habilitação, estava embriagado e é deficiente visual, tendo apenas 8% da visão em um olho e 4% no outro. “O risco que ele trouxe, tanto para ele como para outras pessoas, desde Campinas até aqui [Poços de Caldas], foi altíssimo”, afirmou Breno Nazar Ferreira, policial rodoviário federal responsável pela ocorrência, ao G1.