As 12 dores e delícias de uma ‘Black Fraude’ em tempos de crise

É hoje! Dia de esvaziar carteiras e prateleiras! Dia de encher o carrinho virtual e “finalizar sua compra” pagando menos! Ou… Pelo menos, ter a sensação de que está fazendo um bom negócio. É hoje a Black Friday, evento criado nos Estados Unidos para esvaziar os estoques das lojas com promoções incríveis e, assim, abrir espaço para os presentes de Natal. Aqui no Brasil é igualzinho, só que não. Chamamos de Black Fraude, e vendemos tudo pela metade do dobro. Achou um desconto realmente grande? “Puxa… Acabou tudo em um minuto… Mas temos sugestões para você não sair de mãos abanando!” Conseguiu pegar o desconto? Oba! “Coloque seu CEP para calcular o frete e descobrir onde seu desconto foi parar…” Abaixo, as 12 dores e delícias de uma ‘Black Fraude’ em tempos de crise.

1 – Calma, gente! 

bf1

2 – O mundo precisa de gênios assim! 

bf10

 

3 – Cada uma é a alma de um sonho de consumo que morreu junto com o salário do mês.

bf3

4 – OMODEUSO TI FOFO

bf4

5 – Só não cortam as meias Vivarina. 

bf5

6 – Ajuda, Nazaré! 

7 – E indireta pro crush, tá saindo por quanto?

bf6

8 – Ah, essa sensação maravilhosa…

bf7

9 – Podia ser na primeira sexta-feira do mês, né? 

bf8

10 – Peraí, me dá um segundinho… 

11 – Fica de olho. 

bf9

12 – Dá mais uma voltinha.