Ciclista genial usa ‘macarrão’ de natação para garantir sua segurança

Warren Huska pedala sua magrela por 18 quilômetros quase todos os dias úteis para ir ao trabalho em North York, centro industrial da cidade de Toronto, no Canadá. Vai, e depois volta a mesma distância. As únicas exceções são dias de chuva ou neve. E ele trafega com sua bicicleta por estradas de alta velocidade, o que é ainda mais perigoso. O que faz dele genial? Depois de uma lei que obriga os carros a manterem um metro de distância dos ciclistas, ele resolveu estabelecer essa distância na marra. Com um “macarrão” de natação.

A bóia em forma de espaguete não vai causar nenhum dano aos carros. Mas ajuda os motoristas a manterem a distância legal. “As pessoas ficam realmente isoladas dentro de um veículo”, disse Huska ao jornal Toronto Star. “Eles não sabem de verdade onde estão os limites de seus carros. Os limites do ‘macarrão’ ajudam a dar distância em vez de tentarem descobrir os limites do meu ombro”, afirma. O ciclista canadense considera sua atitude praticamente mágica. “De repente, todos os carros passaram a mudar de faixa para me ultrapassar”, diz. Se você é ciclista e não liga de prender um “macarrão” de natação na sua bicicleta, vamos te adorar também. Huska está de parabéns.