Juiz libera preso dizendo que bandidos estão dando “golpe na democracia”

Um juiz da 17ª Vara Federal de Minas Gerais não deve ter ficado nem um pouco feliz com o impeachment de Dilma Rousseff. Carlos Alberto Simões de Tomaz, que estava de plantão no último dia 27 de agosto, deu ordem de “imediata soltura” de um preso e caprichou no protesto. O agraciado, José Cleuto de Oliveira Almeida, acabou virando motivo para um desabafo político do juiz, mas não se sabe por que ele estava preso.

“Determino a imediata soltura de José Cleuto de Oliveira Almeida, porque não há causa justa para a manutenção de sua prisão. Efetivamente, o custodiado está a ganhar seu pão, enquanto os bandidos deste país, que deveriam estar presos, estão soltos dando golpe na democracia”, afirmou Carlos Alberto em sua decisão. Dois dias depois, o que ele chamou de “golpe na democracia” acabou se consolidando no Senado, mas ele não comentou a respeito com O Globo.