‘Eu nunca me coloquei como alguém de esquerda’, diz Marta Suplicy a jornal

Marta Suplicy, candidata à prefeitura de São Paulo pelo PMDB, está num esforço hercúleo para esfregar da pele o passado, que é até bem recente. Na foto acima, por exemplo, está ao lado de Fernando Haddad, atual prefeito e candidato a reeleição pelo PT, e Lula, que na época ainda era ouro nos palanques na busca por votos. Em entrevista à Folha de S. Paulo, ela explica que saiu do PT porque o partido não era mais o mesmo que ela ajudou a construir. Até aí, ela tem todos os motivos do mundo para querer descolar do ex-partido. Mas fica pior…

Questionada sobre sua aliança com setores considerados conservadores, Marta rebate de pronto: “Por quem? Não pelo povo. Você está equivocado. Pela Folha, pela mídia, por algumas pessoas. Pelo povo não.” Depois de “aprender” que o PMDB não é conservador, o jornal pergunta: “A sra. hoje se classificaria como sendo de esquerda?”. E ela responde: “Olha, eu nunca me coloquei assim, né?” E aí a todo mundo voltou para reler algumas vezes para ter certeza. Quem sabe se a esquerda voltar à moda no futuro?