Candidato mistura metal com ‘Baile de Favela’ para conquistar o seu voto

Nessa época de eleições, temos aprendido bastante sobre a importância do voto. Não tem sido fácil ver deputados e senadores falarem asneiras durante as votações recentes, e invariavelmente a gente os colocou lá. Portanto… (não me venha dizer que você é uma exceção) precisamos aprender alguma coisa. E, como diria He-Man, o que aprendemos no episódio de hoje? Que quando a terceira trombeta do Apocalipse “vocifera”, não quer dizer que o capiroto está querendo um voto. Pode ser apenas um metaleiro sarado de Arraial do Cabo, no Rio de Janeiro, querendo incorporar o funk em sua vida para ganhar uns votos e estabelecer sua opinião contra o mercado que a religião pode se tornar. Portanto, ouça esta bela versão distorcida (as guitarras, no caso) do clássico “Baile de Favela” e… Quer saber? Não aprenda nada não, fica a dica.