Concurso dos bombeiros exige ‘teste de virgindade’ ou Papanicolau de mulheres

Mulheres que fazem concurso público para o Corpo de Bombeiros no Distrito Federal precisam apresentar um laudo do Papanicolau, um exame ginecológico de prevenção ao câncer do colo de útero e ao HPV, ou comprovar que ainda são virgens, ou seja, não tiveram o hímen rompido. Não há constrangimento semelhante exigido dos homens do concurso. As vagas têm salários entre R$ 5,1 mil e R$ 11,6 mil, informa o G1.

O Corpo de Bombeiros garante que não há discriminação, e que a exigência só existe para verificar “a condição física e laboral dos candidatos”. Já o advogado Fábio Ximenes, especialista em concursos públicos, é bem taxativo: “Fere o direito à intimidade, sim, da candidata. Viola diversos princípios administrativos e constitucionais, como o princípio da isonomia, fere o princípio constitucional da discriminação, porque não pode haver discriminação de nenhum gênero, nem para homem, nem para mulher. Já aconteceu outras vezes e é totalmente imoral. É inconstitucional o edital cobrar esse tipo de conduta da candidata”, afirmou Ximenes ao site.