Ministro pagou pipoca e refrigerante no cinema com verba da Câmara

Quem vai ao cinema, sabe: a pipoca está pela hora da morte. Talvez por isso o deputado eleito pelo Rio Grande do Sul, Osmar Terra, atual ministro do Desenvolvimento Social do governo interino do presidente Michel Temer, tenha usado a verba da Câmara dos Deputados para pagar pelo combo Pipoca + Refrigerantes no cinema Kinoplex de Brasília. Foram R$ 26. O gasto ocorreu no dia 27 de setembro do ano passado, informa o Destak. Terra apresentou a nota fiscal do combo para ter ressarcimento via Cota para o Exercício da Atividade Parlamentar (CEAP). Uma ida ao cinema certamente não se encaixa no quesito “atividade parlamentar”. Em 2008, durante o segundo governo Lula, o deputado federal Orlando Silva foi exonerado do Ministério dos Esportes depois de um gasto de R$ 8,30 com tapioca no cartão corporativo.

A assessoria de comunicação do ministério do Desenvolvimento Social disse que foi tudo uma confusão da burocracia. “Essa nota (da pipoca) foi entregue por engano junto com outros recibos de alimentação que periodicamente apresentava para ressarcimento, todos dentro das regras legais. Esse é um caso isolado.” Desde o início da atual legislatura, em fevereiro de 2015, o deputado Osmar Terra já gastou R$ 549 mil da cota, sendo R$ 6,5 mil com gastos alimentícios.