Jurista citado como ‘Tomás Turbando’ por advogado de Dilma faz ‘pronunciamento’ com bom humor

Olha ele aí, gente! Thomas Bustamante, jurista que foi citado como “Tomás Turbando” pelo advogado de Dilma Rousseff e ex-ministro da presidente afastada, José Eduardo Cardozo, na Comissão Especial sobre o impeachment no Senado, resolveu fazer um “pronunciamento púbico e oficial” sobre o caso, depois de tantas mensagens que recebeu. Usou seu perfil no Facebook para isso, e tratou o caso com muito bom humor:

“Bom, eu até tentei não falar nada sobre a citação do meu nome na defesa da Presidenta da República, mas me lembrou alguns dos ‘carinhosos’ apelidos que a gente recebe na adolescência. Eu tenho recebido tantas mensagens inbox que é melhor fazer um ‘pronunciamento público e oficial’. Dentre esses apelidos, ‘Thomás-Turbando’ era, acreditem, um dos mais civilizados. De repente, ver isso num pronunciamento oficial, que foi parar nos Anais do Senado Federal, só pode me fazer rir muito. Se não fosse a zuação, seria uma grande honra, pois o meu nome – quer dizer, um apelido típico de adolescentes de 12 anos de idade – foi citado ao lado de alguns dos maiores juristas do nosso país. (…) É quase como uma convocação para a seleção brasileira na época em que tínhamos uma (ou seja, no período que se encerrou em dezembro de 2013). Bom, fora isso, é melhor esperar as cenas do próximo capítulo. Qualquer coisa que se falar só pode piorar a situação.”

Tudo esclarecido?

Sugestão do leitor Alessandro Cyrino