Gangues de Sobral declaram paz e desfilam unidas para mostrar quem manda

A cena têm se repetido nas grandes cidades do Nordeste. Dessa vez foi em Sobral, no Ceará. Gangues tidas como rivais, que travavam guerras sangrentas por territórios de venda de droga, se uniram pela primeira vez na história e, mais do que isso, desfilaram para mostrar que mudou o poder na região. A atitude teria sido uma exigência do Comando Vermelho, facção criminosa que, ao lado do PCC, comanda o tráfico de entorpecentes no Ceará. O grupo tinha entre 300 e 400 pessoas. Parecia cena de filme.

“Eu jamais esperei que Sobral vivesse uma situação tão caótica no âmbito da segurança. A população não sabe o que fazer, o comerciante está apavorado”, disse o radialista Luiz Lopes, da Paraíso FM, segundo o Ceará News.

A polícia reagiu no dia seguinte e deteve 87 pessoas usando as imagens gravadas pela população local e divulgadas nas redes sociais. Desses, 40 eram menores e 47, adultos. E 70% deles já tinham passagens na polícia, informa o G1.