Advogado mata cliente com canetada. Literalmente

O advogado Clayton Colavitte é acusado de matar um de seus clientes, o ex-vereador da cidade de São Francisco, São Paulo, João Antonio Padula, com uma canetada. E não foi no sentido figurado. Colavitte pegou a caneta e enfiou no pescoço da vítima. O crime ocorreu na cidade de Jales (SP), onde Padula, recentemente longe da política, tinha um comércio. Seu mandato de vereador em São Francisco foi entre os anos de 2001 e 2004, informa o Diário da Região.

Segundo a Polícia Militar, Colavitte havia sido chamado para uma reunião no escritório de Padula. Lá dentro, os dois teriam se desentendido e brigado. Padula teria segurado Colavitte pelo pescoço. Para se soltar, o advogado pegou uma caneta na mesa e atacou o ex-vereador. O golpe pegou no pescoço da vítima. Mesmo ferido, Padula ainda teria tentado dar um soco em Colavitte, que se defendeu batendo com um peso de papel em seu algoz. Quando Padula caiu, foi o próprio advogado quem chamou a polícia. Foi preso em flagrante.