Prefeitura gaúcha faz licitação pra comprar 32 mil garrafas de vinho importado

A cidade São Francisco de Assis, no Rio Grande do Sul, autointitulada “Berço da Literatura Rio-Grandense”, tem cerca de 20 mil habitantes. Daí o espanto com a reportagem do jornal Zero Hora, que identificou uma licitação da prefeitura para a aquisição de gêneros alimentícios com um item curioso: 32 mil garrafas de vinho espumante. E nem aproveitaram os grandes vinhos gaúchos, famosos internacionalmente pela qualidade. As garrafas licitadas são de vinhos espanhóis. Daria para cada cidadão ganhar uma e ainda sobrariam 12 mil.

A descrição dos vinhos é bem específica no edital: precisa ser “carta nevada, uva Macabeo, Zarello e Parellada, com envelhecimento de 12 meses em barricas de carvalho, teor alcoólico de 12%, 750 ml, tipo cava, com origem espanhola”. E tem outro. “cava-seleccion ou cordon rodado, com uvas Trepat e Garnacha, tipo brut, com origem espanhola”. O gasto máximo para compra é de R$ 1,5 milhão, o que seria no mínimo 10% do orçamento anual do município, que varia entre 10 e 15 milhões.