10 tweets de apoio a Patrícia Abravanel provam que ainda não sabemos o que é preconceito

A apresentadora Patrícia Abravanel criou polêmica na TV com suas opiniões sobre a homossexualidade. As declarações foram dadas durante o programa de seu pai, Sílvio Santos, no canal SBT, neste domingo, dia 8 de maio. Entre outras afirmações no mínimo infelizes, ela disse que “A gente tem que firmar que homem é homem e mulher é mulher”, que relacionamento entre gays “não é uma coisa normal” e que no relacionamento entre mulheres falta “aquele brinquedo que a gente gosta bastante”, uma referência a… você sabe.

A primeira reação do Twitter foi de repulsa, com a hashtag #AnormalÉSeuPreconceito chegando ao topo dos assuntos discutidos na segunda-feira, dia 9. Patrícia foi obrigada a pedir desculpas em um comunicado, mas continuou confundindo opinião e preconceito. “Peço desculpa se ofendi alguém ontem no ‘Jogo dos Pontinhos’. Dei apenas minha opinião, mas fui mal interpretada. Sou a favor do amor, do respeito e da tolerância. Mais uma vez, peço desculpas”, escreveu.

Mas o que foi pura luta contra o preconceito na segunda-feira virou, na terça, uma luta pelo direito de Patrícia de dizer o que pensa, como se opiniões fossem livres de preconceito sempre. Dessa vez, a hashtag que chegou entre as mais discutidas foi #PatríciaAbravanelMeRepresenta. Abaixo, 10 usuários do Twitter que mostram que a gente ainda está longe de entender o quão prejudicial é o preconceito, sim, e o quanto ele ajuda a destruir vidas, sim.

1 – Ele, que precisa entender mais sobre a natureza. 

pat 9

2 – Ele, que quer representar os heterossexuais. 

pat 8

3 – Ela, que não entende o que é democracia e, muito menos, direitos iguais.

pat 7

4 – Ele, que estudou a mente dos gays.

pat 6

5 – Ele, outro que não sabe que opinião pode ou não conter preconceito. 

pat 5

6 – Ele, fofo, que não sabe que homossexuais têm filhos biológicos e, às vezes, criam filhos abandonados por heterossexuais.

pat 4

7 – Ela, que está achando chato não poder mais agredir em paz. 

pat 3

8 – Ela, que precisa ler algumas partes do que dizem na Bíblia sobre o papel das mulheres.

pat 2

9 – Ele, que confunde cargos e profissões com orientação sexual. 

pat 1

10 – E ela, que acha que homossexual “pode tudo” e deveria ver o que acontece se ela resolver beijar uma amiga na boca em um lugar público.

pat 0