Passageiro veste todas as suas roupas para não pagar taxa de bagagem

O inglês Matt Botten, 32 anos, ia embarcar em Londres, na Inglaterra, para Reykjavik, na Islândia, quando foi avisado pela empresa EasyJet que não poderia levar uma segunda bagagem a não ser que pagasse uma taxa de 45 libras, algo como 230 reais na cotação atual. Para resolver o problema, ele abriu a segunda bagagem e vestiu todas as roupas que estavam nela, informou o The Telegraph.

“Metade das minhas roupas foi comprada em uma loja popular. Juntas, não devem custar as 45 libras. Achei que valeria a pena passar a vergonha de ficar parecendo com um boneco da Michelin”, disse, em referência ao mascote fofinho da empresa de pneus.

(Sugestão do leitor Sérgio Henrique Monteiro)