Promotor que luta contra prostituição pagou centenas de vezes por sexo

O promotor Stuart Dunnings III, 63 anos, do condado de Ingham, em Michigan, nos Estados Unidos, era conhecido localmente por uma história antiga de combate árduo à prostituição e ao tráfico de pessoas. Até que descobriram que ele era cliente de pelo menos dois sites de prostituição e contratava prostitutas até quatro vezes por semana.

Ele foi pego depois de uma investigação de um ano que envolveu até o FBI, disseram os envolvidos ao jornal Washington Post. Somadas as penas, Dunnings III pode passar até 20 anos atrás das grades.